Terra e Céu: peregrinos e santos de Fátima

O Santuário de Fátima organiza exposições que elucidem os visitantes sobre factos menos conhecidos da maior parte dos peregrinos que ali acorrem, Entre outras, na cripta da basílica da Santíssima Trindade, encontra-se agora patente a exposição com o título “Terra e Céu: peregrinos e santos de Fátima”, em que a figura de S. Josemaria Escrivá é assinalada, por ser o primeiro peregrino de Fátima a ser canonizado.

Notícias

Ao Santuário de Fátima, em Portugal, acorrem milhares e milhares de pessoas, todos os anos, todos os dias: vão rezar a Nossa Senhora que ali apareceu há quase cem anos. Fazem-lhe pedidos, agradecem, põem-se de bem com Deus confessando-se, mantêm longas conversas como se têm com uma Mãe…

Mas o Santuário proporciona aos peregrinos outros locais que nos encantam: um grupo escultórico que configura a aparição do Anjo aos três pastorinhos um ano antes das aparições da Virgem Maria, os passos da Via Sacra no meio de uma serra bravia e agreste, etc.

Terço usado por S. Josemaria numa peregrinação a Fátima em 16 de abril de 1970

Existe também, desde há tempos, a preocupação de organizar exposições que elucidem os visitantes sobre factos menos conhecidos da maior parte dos peregrinos, Com efeito, na cripta da nova basílica da Santíssima Trindade existe um espaço para essas mostras. Desde dezembro de 2015 a finais de outubro de 2016 encontra-se patente a exposição com o título “Terra e Céu: peregrinos e santos de Fátima”.

E na seção V, a que os organizadores deram o nome “Os Santos da Cova da Iria: Fátima. Lugar de santidade”, houve lugar para destacar São Josemaria, primeiro peregrino de Fátima a ser canonizado. No catálogo diz-se: «“Fátima não é lugar de habitação permanente, mas de escola onde a Virgem Maria ensina “as verdades eternas de orar, crer e amar”. Alguns dos que frequentaram esta escola são hoje colocados como luzeiros rumo a esse lugar definitivo,,,».

Na referida seção podem ver-se em primeiro lugar alguns objetos de culto que têm a ver com Fátima. Seguem-se, depois, peças relacionadas com S. Josemaria, primeiro peregrino de Fátima a ser canonizado, como atrás se disse. Como fundo da parede uma fotografia de S. Josemaria e do Beato Álvaro del Portillo, seu fiel colaborador durante anos e anos, lado a lado. De fato S. Josemaria sempre que veio a Portugal não deixava de ir a Fátima como simples peregrino colocando aos pés de Maria as suas intenções. Umas vezes, acompanhado de Álvaro del Portillo, em grupo restrito, outras, com numerosos filhos seus, e amigos. E rezava o rosário. E é precisamente um terço usado numa romaria realizada a 16 de abril de 1970 que se apresenta na primeira vitrina. Segue-se noutro expositor o cálice que o Beato Álvaro del Portillo utilizou na celebração da Missa na Capelinha das Aparições a 17 de abril de 1980. E ainda o manuscrito autógrafo de D. Álvaro em que está transcrita a oração dirigida à Santíssima Trindade que o Anjo ensinou aos pastorinhos da segunda vez em que lhes apareceu.

Vêm depois outras vitrinas com objetos que pertenceram a santos e beatos especialmente devotos de Nossa Senhora de Fátima.