Ler "Caminho" no Afeganistão

Uma jovem portuguesa conta ao Prelado do Opus Dei como ficou impressionada ao descobrir que um soldado ferido lia "Caminho" na sua convalescença, e pergunta como aproveitar melhor esse livro.