Papa convida jovens a partilhar a mentalidade católica universal de São Josemaria

Convido-vos a reflectir sobre a mentalidade católica universal que São Josemaria descrevia assim: amplidão de horizontes e aprofundamento enérgico do que é perenemente vivo na ortodoxia católica.

Entre aspas

Na audiência geral de quarta-feira, 31 de Março, ante os milhares de fiéis presentes na Praça de São Pedro, muitos deles vindos a Roma para celebrar a Páscoa, o Papa, dirigindo-se especialmente aos jovens, disse-lhes:

“Viestes a Roma, queridos amigos – disse o Santo Padre -, por ocasião da Semana Santa para uma experiência de fé, de amizade e de enriquecimento espiritual. Convido-vos a reflectir sobre a importância dos estudos universitários para formardes aquela “mentalidade católica universal” que São Josemaria descrevia assim “amplidão de horizontes e aprofundamento enérgico do que é perenemente vivo na ortodoxia católica”. Que cresça em cada um de vós o desejo de encontrar pessoalmente Jesus Cristo para dar testemunho d’Ele com alegria em todos os ambientes”.

O Papa cumprimenta uma participante do Congresso UNIV.

As palavras do Papa referiam-se ao ponto 428 de Sulco, livro do fundador do Opus Dei.

“Para ti, que desejas adquirir uma mentalidade católica, universal, transcrevo algumas características:

- amplidão de horizontes e aprofundamento enérgico do que é perenemente vivo na ortodoxia católica;

- esforço recto e são (frivolidade, nunca!) por renovar as doutrinas típicas do pensamento tradicional, na filosofia e na interpretação da História;

- cuidadosa atenção às orientações da ciência e do pensamento contemporâneos;

- e uma atitude positiva e aberta para com a transformação actual das estruturas sociais e das formas de vida.”

Na audiência estavam presentes os 4 000 universitários que participam nesta Semana Santa no Congresso internacional Univ promovido pela Prelatura do Opus Dei e cujo tema em 2010 é “Pode o cristianismo inspirar uma cultura global?”. Esta é 43ª edição do congresso, organizado pelo Instituto para a Cooperação Universitária, e estimulado nos seus inícios pelo fundador do Opus Dei, São Josemaria Escrivá.