Grupo de Excelência Médica humaniza a profissão

A Medicina é a mais humana das ciências e a mais científica das humanidades. Com base nesse conceito, profissionais de Londrina, no Paraná, criaram, em 2006, o Grupo de Excelência Médica, o GEM.

Iniciativas Sociais
Opus Dei - Grupo de Excelência Médica humaniza a profissão

O grupo acredita que o médico deve ter, além do conhecimento científico, a maestria de lidar com o paciente e seus sofrimentos, de forma ética, profissional, respeitosa e compassiva.

Através de encontros semanais, atividades práticas, discussões em grupo e individuais, o GEM procura complementar os conhecimentos dos acadêmicos de Medicina em Humanidades. O programa também oferece informação científica de qualidade. A partir desses pilares, cada aluno desenvolve seu próprio projeto de pesquisa.

Os médicos que participam do GEM aprovam a iniciativa: “o grupo me auxiliou a abrir meus horizontes de conhecimento quanto ao ‘nosso ser’, e a sistematizar uma forma de pensamento que ajude a alcançar nossos objetivos de vida”, explica Edson Satoshi. Ele percebe que outro aspecto importante do projeto é levantar indagações junto aos mais jovens sobre o futuro na profissão: “questões sobre o que queremos ser e para quê queremos ser, são fundamentais para o sucesso na carreira”, acredita.

Fabrizio Almeida Prado, coordenador do GEM, ressalta a oportunidade que ele próprio teve de se desenvolver e de aprofundar o estudo em temas humanísticos. Fabrício reconhece que “é um grande prazer acompanhar como os alunos, com o passar dos dias, vão ficando mais abertos a novos conhecimentos, confiantes e convictos da sua missão na Medicina”.

A formação humana e filosófica que os participantes recebem os ajuda a tratar do paciente como um todo e não apenas de suas enfermidades.